slider

A NOVA QUERIDINHA DA EUROPA: VIENA E SUA ARTE, DESIGN, QUALIDADE DE VIDA E ATRAÇÕES


The Austrian National Tourist Office


QUADRADO.png  UMA MISTURA DE TRADIÇÃO IMPERIAL E MODERNA CRIATIVIDADE

Possui uma população de 1.600.000 habitantes. Uma imponente oferta cultural, lugares turísticos fascinantes e o acolhedor ambiente vienense podem ser vivenciados nos cafés ou nos Heurigen (típicas tabernas austríacas), que proporcionam à cidade sua fama mundial. Uma imponente oferta cultural, lugares turísticos fascinantes e o acolhedor ambiente vienense podem ser vivenciados nos cafés ou nos Heurigen (típicas tabernas austríacas), que proporcionam à cidade sua fama mundial.

A história de Viena remonta ao primeiro século depois de Cristo, quando os romanos fundaram o acampamento militar “Vindobona”. Atualmente, a imagem da cidade está marcada principalmente pelo Barroco, especialmente o do período da regência da imperatriz Maria Teresa e do imperador Francisco José, que mandou construir a luxuosa alameda Ringstraße.

A suntuosidade imperial no Palácio de Schönbrunn, antiga residência de verão do imperador, seduz com seu belo parque, a Casa das Palmeiras (Palmenhaus), a praça e o jardim zoológico. No Palácio de Hofburg, de onde o império dos Habsburgo regia, o visitante pode mergulhar no fascinante dia-a-dia da família imperial.

O Palácio de Balverde, de estilo barroco, acolhe hoje a Galeria da Áustria, que apresenta a maior coleção de obras de Klimt e Kokoschka, além de proeminentes obras de Schiele. Os símbolos de Viena são a Catedral de São Estevão, situada no centro histórico, a Roda Gigante, situada no Wiener Prater, um tradicional parque de diversões, e a Escola Espanhola de Equitação, com sua famosa dança dos Lipizanos.


QUADRADO.png  UMA CIDADE COM ÓPTIMA QUALIDADE DE VIDA

Em Viena tudo é bom para se vivenciar. O que os vienenses já sabem há muito tempo, foi agora oficialmente confirmado: O estudo Mercer nomeou Viena pela 8.ª vez consecutiva como a melhor cidade do mundo para se viver. E porquê? Entre outros aspectos, pelas áreas verdes abundantes na cidade. Até o centro histórico conta com inúmeros parques. Além disso, Viena dispõe de uma das melhores infraestruturas urbanas do mundo, sendo também uma das metrópoles mais seguras do mundo.


QUADRADO.png  A ARTE LATENTE

Viena possui museus e coleções internacionais, como o Museu de Belas Artes (Kunsthistorisches Museum), que possui a maior coleção do mundo de quadros de Bruegel. No Bairro dos Museus (MuseumsQuartier), estão localizados o Museu Leopold, que abriga uma grande coleção de obras de Schiele, entre outras obras-primas modernas, o Museu de Arte Moderna (Museum Moderner Kunst), o Centro de Arquitetura de Viena (Architekturzentrum) e a Kunsthalle, considerados alguns dos lugares culturais mais importantes. A Albertina abriga a maior coleção gráfica do mundo (60.000 desenhos e um milhão de obras gráficas) e o Museu Liechtenstein possui uma coleção de jóias barrocas.

Viena é conhecida internacionalmente como a cidade da música e compositores como Strauß, Mozart, Beethoven e Haydn nela deixaram a sua marca. A Orquestra Filarmônica de Viena é uma das melhores do planeta, a Ópera do Estado (Staatsoper) pertence a uma das mais importantes do mundo e o coro das Crianças Cantoras de Viena, os “Wiener Sängerknaben”, impressiona todos os amantes da música. Por tudo isso, Viena também se definiu como metrópole musical.

A convivência entre o tradicional nos seus cafés e nos Heuriger, e o mais moderno nos restaurantes, lojas e famosos eventos internacionais, como o “Life Ball”, envolverão o visitante em um sentimento único que gira em torno de um ambiente contemplativo e ativo. Além disso, Viena também possui outras peculiaridades: é uma grande cidade com inúmeras zonas verdes e possui espaços para descansar e se distrair em sua periferia, como o bosque Wienerwald, o Praterauen ou a Ilha do Danúbio (Donauinsel).


QUADRADO.png  Viena Celebra o Modernismo em 2018

Em 2018, Viena celebra o Modernismo e quatro de seus protagonistas mais importantes, todos falecidos há 100 anos, em 1918. Trata-se dos pintores Gustav Klimt e Egon Schiele, do arquiteto Otto Wagner e do artista Koloman Moser, que têm exercido forte influência sobre a cena vienense desde o início do século XX. Ao longo do ano, inúmeros eventos e exposições serão realizados em sua memória. Assim como naqueles tempos, Viena segue sendo uma metrópole que reúne a arte e a criatividade.


QUADRADO.png  UMA CIDADE CHEIA DE DESIGN

Em todas as esquinas desta cidade se cria produtos de todas as épocas e segmentos, desde o artesanato tradicional até a produção industrial com alta tecnologia. Um cenário jovem e ativo, que se preocupa que, no futuro, se continue elaborando um design excepcional com um toque especial vienense. Todos os meses de outubro, a Vienna Design Week apresenta o design vienense em um ambiente internacional, variado, de alta qualidade e animado. É possível se adquirir design, moda e bijuterias nesta feira com venda “Blickfang”.