PORTUGAL

TÁVORA VAROSA


A região demarcada Távora-Varosa confina a norte com a do douro – nalguns pontos chegam quase a sobrepor-se. Tem uma área vinícola aproximada de 3500 hectares, e inclui diversas freguesias dos concelhos de Lamego, Armamar, Tarouca, Moimenta da Beira, Sernancelhe Penedono, São João da Pesqueira e Tabuaço.

É uma região de vinhos intimamente ligada aos mosteiros dos monges brancos tendo sido reconhecida, segundo publicação no Diário da República (Decreto-Lei nº 443/99 de 2 de Novembro), “… é reconhecida como denominação de origem controlada (DOC),… a denominação “Távora-Varosa”, de que poderão usufruir os vinhos tintos, brancos, rosados e espumantes (vinhos espumantes de qualidade produzidos em regiões determinadas (VEQPRD)), produzidos na respectiva região vitivinícola…”.

É nesta região que se produz espumantes ímpares de reconhecimento Nacional e Internacional.

A altitude, o clima frio e agreste, uma razoável variabilidade de solos e um conjunto de castas são a fonte dos seus vinhos.
As castas da região apresentam um leque de variedades que nos vinhos brancos e espumantes combina a tradicional “Malvasia Fina ou o Cerceal com o Bical, Gouveio e as estrangeiras Chardonnay e Pinot Branco”, resultando vinhos ímpares, frutados, aromáticos frescos de cor citrina.

Nos vinhos tintos, abunda a Tinta Barroca, Aragonêz, Touriga Francesa, Touriga Nacional e as estrangeiras Jaen e Pinot Tinto, resultando vinhos cor rubi com tonalidade avermelhada vinosa.

A Rota das Vinhas de Cister, é uma mistura de história, monumentos e caves, através de memórias do tempo da nacionalidade e medievais.

Fonte: Comissão Vitivinícola Távora-Varosa


Categories: PORTUGAL