PORTUGAL

AÇORES


Um dos principais problemas estruturais deste sector, nesta Região, é a pequena dimensão das parcelas (a área média por exploração vitícola é de aproximadamente 0,3 ha) e a dispersão das mesmas, associado a um sistema de condução tradicional denominado “currais”, onde a vinha e conduzida no chão entre muros de pedra, o que exige elevada mão-de-obra, não permitindo a mecanização de algumas técnicas culturais.Com o Decreto-lei n.º 17/94, de 25 de Janeiro, que aprovou o Estatuto das Zonas Vitivinícolas para a Região Autónoma  dos Açores, foram consagradas três zonas de produção aptas a darem Vinhos de Qualidade.

Assim, foram estabelecidas as denominações de “Biscoitos” e “Pico” para os Vinhos Licorosos de Qualidade Produzidos em Região Determinada -VLQPRD – e “Graciosa” para os Vinhos de Qualidade Produzidos em Região Determinada – VQPRD. Decorrente da aprovação destas Regiões Demarcadas, surgiu a Comissão Vitivinícola Regional dos Açores (CVRAçores). No ano de 1997, a CVRAçores classificou os primeiros vinhos VQPRD e VLQPRD.

Ainda em relação às prioridades dadas ao sector e de salientar que a Região Autónoma dos Açores tem ainda uma vasta área por reestruturar. Deste modo, estão a ser postas em pratica diversas estratégias de desenvolvimento delineadas para este sector, implementadas em diferentes ilhas e que no seu essencial se resumem à continuação do processo de reestruturação, reforço da experimentação, divulgação e vulgarização da experimentação efectuada, formação profissional a diferentes níveis, bem como a promoção e o apoio ao associativismo, assente na melhoria e modernização dos recursos técnicos, humanos e materiais das organizações de produtores.

Fonte: Goulart, Isabel M. (1991) – Contributo para o Estudo da Viticultura na Ilha do Pico. Relatório de final de curso de Licenciatura em Engenharia Agrícola, Universidade dos Açores. Angra do Heroísmo.

Anónimo (2001) – Inventário do Potencial Vitícola – Região Autónoma dos Açores. Direcção Regional do Desenvolvimento Agrário.


Categories: PORTUGAL