GASTRONOMIA DO BRASIL

A GASTRONOMIA NA REGIÃO SUL DO BRASIL



No Rio Grande do Sul já é tradicional o churrasco, ou seja, carne bovina ou ovina, dispostas em espetos, temperadas basicamente com sal grosso e grelhadas em churrasqueiras, a base de carvão ou lenha.

No estado de Santa Catarina, o interior é de forte influência alemã, e no litoral a presença portuguesa, onde é grande a utilização de peixes marinhos, camarões, e ostras.

A comida tradicional do estado do Paraná é o barreado, carne cozida em panelas de barro, por vezes colocadas debaixo da terra para cozinharem sob o calor de lenha ou carvão, e comida com farinha de mandioca. O pinheiro de araucária produz o pinhão, alimento muito presente na cozinha paranaense. É consumido de várias formas: cozido, assado, e pode ser saboreado com sal, açúcar, mel ou melado. No estado são comuns festas tradicionais que envolvem um preparo específico da comida, como o Boi no Rolete, Carneiro no Buraco e o Leitão Maturado.

Os pratos são sempre carregados de muita carne bovina e de vinhos, por conta da grande imigração italiana, que tem forte influência nos pratos. O sul foi habitado por muitos povos, por ser uma região com um clima mais próximo de certos países. Entre esses imigrantes estão os uruguaios, argentinos, açorianos, espanhóis, alemães, italianos, poloneses, ucranianos, que trouxeram suas comidas e adicionaram uma diversidade a gastronomia local.


Se você estiver em Florianópolis, vale uma esticada até Santo Antônio de Lisboa, vila de colonização açoriana onde há diversos restaurantes especializados em frutos do mar de frente para a praia. Peça ostras, robalo ou algum prato à base de camarão, tudo bem fresquinho. Isso, claro, depois de pegar uma praia no litoral norte de Florianópolis.

A culinária catarinense também recebeu influencia dos imigrantes poloneses, ucranianos, austríacos, húngaros e holandeses. Ao percorrer as comunidades por onde esses colonizadores se fixaram, é possível experimentar pratos típicos, como sopa de batatas com leite, pastéis de batata e requeijão, além do tradicional café colonial, que pode ser encontrado na cidade de Jaraguá do Sul. Confira opções de restaurantes.

Localizada numa área de colonização alemã, a rota da cerveja em Santa Catarina envolve 11 cervejarias e passa por municípios como Brusque, Timbó, Joinville, Gaspar e Pomerode. Nas férias de verão em Florianópolis, cabe um bate e volta nessa rota, que fica a cerca de 150 km da capital.

No município de Urubici, na serra catarinense, é possível experimentar a deliciosa culinária campeira ou os pratos de cozinha internacional servidos nos restaurantes, hotéis e pousadas locais. Não deixe de saborear a truta, peixe abundante nos rios da região, de comprar os produtos coloniais e visitar a vinícola da cidade.

Na tradicional cidade de Garibaldi, no Rio Grande do Sul, famílias de origem italiana apresentam sabores da culinária local, na bucólica Estrada do Sabor. O roteiro oferece a oportunidade de estar em contato com a paisagem, de caminhar pelos vinhedos e provar os deliciosos pães cozidos em forno a lenha, geleias, grapa e licores caseiros, produzidos através da agricultura ecológica.


No Rio Grande do Sul, nada é mais tradicional do que o churrasco e um bom arroz de carreteiro. O chimarrão, feito com erva-mate, tomado em cuia é uma marca registrada do gaúcho. A colonização italiana introduziu a produção de vinho, em especial na região da Serra gaúcha e o clima frio favoreceu o plantio das videiras.

No Paraná, é comum o barreado, uma mistura de carnes, preparada em panela de barro e acompanhada de farinha de mandioca e banana. Em Santa Catarina, as caldeiradas de peixe e, de sobremesa, as tortas de maçã, introduzidas pela imigração alemã.


Receitas do Sul: 
Arroz de Carreteiro: receita fácil, feita em apenas 25 minutinhos;
Churrasco Gaúcho: nesta versão, você aprende a fazer na panela de pressão;
Barreado: tipicamente paranaense, leva uma mistura de carnes;
Matambre Recheado: iguaria deliciosa incrementada com vinagrete uruguaio.


 

Categories: GASTRONOMIA DO BRASIL

Deixe uma resposta