BASÍLICA DE N.S.APARECIDA


CABBASIL.png


QUADRADO.png  H I S T Ó R I A  D O   S A N T U Á R I O

No ano de 1928, a vila que se formara ao redor da Basílica Velha tornou-se um município. Em 12 de Outubro de 1940, Dom Jose Gaspar da Fonseca, Bispo do Rio de Janeiro, em visita ao santuário, teve uma visão de uma imensa basílica, a Cidade de Aparecida, e imediatamente iniciou o processo de consultorias e análises técnicas visando sua construção, mas seu falecimento prematuro deixou a missão para Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta. No inicio de 1946, escolheram um local no Morro das Pitas, próximo ao Porto de Itaguaçu, onde era a casa de Felipe Pedroso, em que a imagem permaneceu durante cerca de 10 anos.

A cerimônia oficial de início da construção da basílica ocorreu em 10 de setembro de 1946. A imagem foi, depositada dentro de um cofre na pedra angular que o Cardeal Patriarca de Lisboa, Dom Manuel Gonçalves Cerejeira, trouxe da gruta de Fátima.

O projeto foi feito pelo engenheiro Benedito Calixto de Jesus, e aprovado pela Comissão Pontifícia da Santa Sé, e a construção teve o apoio efetivo do Governo do Estado de São Paulo, na pessoa do governador Dr. Lucas Nogueira Garcez, e o apoio do Presidente da Republica, Dr. Juscelino Kubitscheck de Oliveira. A Basílica tem dimensões monumentais, e é menor apenas que a Basílica de São Pedro, no Vaticano: 173 metros de comprimento, 168 metros de largura, área coberta de 18.000 metros quadrados, cúpula com 80 metros de altura e capacidade para 45.000 pessoas.

No ano de 1958 o Papa Pio XII criou a Arquidiocese Metropolitana de Aparecida, e em 1967, ao se comemorarem 250 anos do encontro da imagem nas águas do rio, a Basílica Nova foi inaugurada (mesmo estando inacabada) por um representante do Papa Paulo VI, que enviou uma Rosa de Ouro para ser depositada junto ao trono da Padroeira do Brasil. Em Julho de 1980, numa cerimônia solene presidida pelo Papa João Paulo II, a Basílica foi oficialmente consagrada à Nossa Senhora da Conceição Aparecida.


QUADRADO.png  P R I N C I P A I S   P O N T O S   D E   V I S I TA Ç Ã O

O turismo religioso em Aparecida oferece aos romeiros diversos atrativos. Dentro do espaço do Santuário de Aparecida, além da pessoa viver a sua fé no interior da Basílica participando das santas missas, da Consagração à Nossa Senhora e do Terço de Aparecida, os fiéis podem visitar vários espaços que oferecem uma excelente opção de lazer e cultura, como:

– O Nicho de Nossa Senhora Aparecida, localizado na Nave Sul do Santuário, com quase 37 metros de altura;

– A Sala das Promessas, no subsolo do Santuário, local de agradecimento e homenagens a Nossa Senhora Aparecida, com diversos objetivos, fotos, cartas e testemunhos de fé dos devotos;

– O Memorial da Devoção que abriga o Cine Padroeira, o Museu de Cera com mais de 60 peças e o Cantinho dos Devotos Mirins;

– Morro do Presépio com 7.345 metro de comprimentos, com esculturas em tamanho natural;

– Apreciar a réplica do monumento em honra a Nossa Senhora Aparecida, instalado no Vaticano, localizado nos Jardins do Santuário, próximo ao Pátio das Palmeiras;

– História de Nossa Senhora no Museu localizado no 2º andar da Torre Brasília e aproveitar para visitar o Mirante no 18º andar, de onde se tem uma visão privilegiada do Rio Paraíba e da Rodovia Presidente Dutra que corta a cidade de Aparecida;

-Cúpula sob o Altar Central, a grande coroa do Santuário de Nossa Senhora Aparecida e confira também a exposição dos 300 anos que faz parte do Circuito de Visitação à Cúpula.  O acesso ao espaço é pelo subsolo do Santuário, a esquerda do estúdio da TV Aparecida;

– Capelas do Santuário de Aparecida, cada uma com um projeto artístico repleto de símbolos e significados. A capela São José à esquerda do Altar Central, a Capela do Santíssimo à direita, Capela da Ressurreição e Capela do Batismo, ambas localizadas na esplanada João Paulo II no pátio do Santuário e a Capela das Velas à esquerda da Porta Santa;

– Campanário ao lado da Passarela da Fé, composto de 13 sinos, dedicados aos Apóstolos, Religiosos e a Mãe Aparecida;

– Memorial dos Construtores, localizado na rampa de acesso ao Santuário Nacional pela Porta Santa, e veja a homenagem que o Santuário prestou a mais de duas mil pessoas que contribuíram com os 300 anos de história da Mãe Aparecida.  Atente-se também, para a estátua de Nossa Senhora da Assunção que está instalada nesse local desde 1955.

– Aproveite para dar uma passadinha no monumento dedicado a Nossa Senhora de Fátima, inaugurado no Santuário para celebrar o centenário de Fátima (Portugal), em conjunto com o tricentenário Aparecida (Brasil) em 2017.

– Passarela da Fé, com 392,2 metros de comprimento é um dos principais acessos a Matriz Basílica, uma das primeiras igrejas construída em honra a Mãe Aparecida, inaugurada em 1888;

– Bondinhos aéreos com uma extensão de 1.170 metros, até o Morro do Cruzeiro, local de meditação da Via Sacra;

– Para alimentação e compra de lembranças os visitantes podem andar pelo Centro de Apoio ao Romeiro e usufruir das das praças de alimentação, diversas lojas, banco 24h além de um aquário.


QUADRADO.png  FESTA DE MAIO

Tradicionalmente, as datas de comemoração de Nossa Senhora são durante todo o mês de Maio, a 8 de Setembro (Natividade), ou a 8 de Dezembro (Imaculada Conceição da Virgem Maria). Em 1894, o Papa Leão XIII incluiu no calendário da diocese de São Paulo a VIRGEM APARECIDA, e determinou que sua festa fosse comemorada no quinto domingo após a Páscoa. Em 1908, o Papa Pio X mudou a data para 11 de Maio. E, em 1939, os Bispos do Brasil solicitaram que a data da Independência do Brasil fosse também a data de homenagem à sua Padroeira, tendo então a data de 7 de Setembro ficado assim definida de 1939 a 1953. Em 1954, no Primeiro Congresso Nacional de Nossa Senhora Aparecida, a CNBB pediu à Santa Sé que fixasse a data oficial em 12 de Outubro, no que foi atendida, e desde então nesta data acorrem centenas de milhares de peregrinos ao Santuário.


NOVOBANNERGRANDETORNESEUMPARCEIRO.png


Deixe uma resposta