VISITA À ASSOCIAÇÃO DAS PANELEIRAS EM GOIABEIRAS NO ES


QUADRADO.png   E X P L O R E   O S   M E L H O R E S   S A B O R E S

A maior tradição da culinária do Espírito Santo é a moqueca capixaba, que deve ser servida em típicas panelas de barro.A imagem pode conter: comida e área interna

Conferimos o berço desse patrimônio na Associação das Paneleiras, localizada no bairro de Goiabeiras em Vitória, onde é produzido esse verdadeiro ícone regional.

A riqueza da arte na produção dessas panelas é tão grande, que foram incluídas como Patrimônio Cultural Brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

As panelas até hoje são confeccionadas praticamente com utilização do mesmo método aprendido com os índios, quando na época do descobrimento, com a chegada dos portugueses na região.

Quem conhece o ofício secular dessas verdadeiras artistas trabalhando na fábrica, fica encantado com todo o processo de produção de panelas e outros ítens de barro. A matéria-prima é extraida do Vale do Mulembá, nas cercanias de Vitória.

A identidade cultural permanece viva, com o ensinamento das técnicas transmitidas de geração em geração, predominantemente por mulheres. Além disso, movimenta a economia, com a geração de renda para muitas famílias.

Antigamente, cada artesã trabalhava individualmente. Hoje, todascontam com a associação estabelecida em um galpão remodelado. Agora, podem confeccionar e também comercializar seu produto em um espaço próprio, e mostrar ao mundo a beleza das tradições de trabalhos manuais.

Depois de moldadas, as panelas ficam secando ao ar livre. Posteriormente, ocorre a queima do barro em fogueiras feitas com madeira de descarte. A queima é um espetáculo realizado pelas paneleiras, que pode ser apreciado no terreno ao lado do manguezal.

Depois de moldado e queimado o barro, para endurecê-lo e finalizar a secagem, esse passa a uma nova etapa.

Após o barro sair da queima na fogueira ao ar livre, ainda a uma temperatura bastante alta, inicia-se a etapa do açoite da panela, para emprestar a ela sua típica coloração escura.

A característica marcante de sua coloração escura é obtida através da casca de árvores do mangue, que é picada e colocada de molho em água por um período de três dias – chamada de tintura de tanino.

Com uma espécie de vassourinha feita com galhos, as paneleiras fazem o ritual do açoite, jogando o caldo escuro por todo o barro, colorindo e selando o produto final.


NOVOBANNERGRANDETORNESEUMPARCEIRO.pngemail1.jpg


 

Deixe uma resposta